Daniel Steinmann

St. Gallen, Suíça
1825–1903

 Daniel Steinmann Site Foundation Swiss Ships

Daniel Steinmann
Site Foundation Swiss Ships

Como agente de migração, Daniel Steinmann foi responsável por enviar um fluxo contínuo de imigrantes suíços e alemães para a América do Sul e para o Brasil.

Filho do vendedor Johann Jakob Steinmann, Daniel Steinmann viveu até os 14 anos de idade em “Haus zur Linde”, em Gallusplatz.

Em 1857, casou-se com Johanna Eilhelmine Greve e teve duas filhas e um filho.

Há mais de 30 anos trabalhando num ancoradouro, Steinmann possuía 4 embarcações e 8 navios a vapor.

Entre 1890 e 1894 foi cônsul da Suíça na Antuérpia.

Em St. Gallen foi o pioneiro a trabalhar com partidas de navios. Em 1852 saiu de St. Gallen em direção à Antuérpia, onde fundou a agência de emigração „Steinmann & Cie.“, dois anos mais tarde.

Daniel Steinmann começou então a organizar um serviço de migração para Nova Iorque e pouco tempo depois direcionou seu empreendimento para a América do Sul, iniciando um serviço regular para o Brasil.

Logo em seguida, Steinmann ampliou os serviços também para Montevidéu e Buenos Aires, agora com uma nova agência batizada de “White Cross Line“ (W.C.L.).