Colônia Dona Francisca, atual Joinville 

A história da maior cidade de Santa Catarina começa com o projeto de colonização liderado pelo senador alemão Christian Matthias Schroeder, dono da Sociedade Colonizadora Hamburguesa. Em 1851, chegaram ali 75 suíços e 43 alemães. 

 Primeira vista de Joinville, antes da fundação. Desenho de 1850  Xilogravura publicada na “Illustrierte Zeitung” de 1851 

Primeira vista de Joinville, antes da fundação. Desenho de 1850
Xilogravura publicada na “Illustrierte Zeitung” de 1851 

Austríacos, belgas, escandinavos, franceses, holandeses e noruegueses integravam também o grupo de fundadores. Eles ocuparam uma área que havia pertencido a Francisca Carolina, filha de D. Pedro I, daí o nome da colônia. 

Clima adverso, infraestrutura precária. Dez anos depois de sua fundação, centenas de imigrantes partiram para São Francisco do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul e, principalmente, para o planalto de Curitiba.